Autossuperação de Traços Autocráticos Impedidores da Consecução da Interassistência Fraterna

  • Aden Rodrigues Pereira

Resumo

O presente artigo objetiva apresentar os resultados da aplicação das técnicas autoconsciencioterápicas vivenciadas pela autora na condição de evoluciente no Grupo Princípios da Consciencioterapia (ano base: 2021). O objetivo da ajuda heteroconsciencioterápica foi o de aprofundar a autocognição sobre o próprio microuniverso consciencial, rastreando traços imaturos mantenedores de posturas autocratas, as quais dificultavam-lhe a interassistência nas relações diárias, e o de aumentar o nível de autolucidez multidimensional. Ao longo da atividade, pôde experienciar variadas reflexões e aplicar técnicas autoconsciencioterápicas específicas, além de redimensionar o alcance das reciclagens intraconscienciais conquistadas, cujos resultados já começavam a aparecer no convívio com os pares evolutivos e nas diversas funções sociais – trabalho, família, voluntariado e docência conscienciológicos, duplismo – e parassociais.

Publicado
2022-10-26
Como Citar
RODRIGUES PEREIRA, Aden. Autossuperação de Traços Autocráticos Impedidores da Consecução da Interassistência Fraterna. Revista Conscientiotherapia, [S.l.], v. 10, n. 11, p. 63-74, out. 2022. Disponível em: <http://www.conscientiotherapia.org.br/index.php?journal=revista&page=article&op=view&path%5B%5D=206>. Acesso em: 21 fev. 2024.
Seção
Autoconsciencioterapia